Estados do Centro-Oeste apresentam boa performance em Educação segundo o Ranking de Competitividade dos Estados

17 de Outubro de 2019 | Imprensa

Toda a região apresentou melhora no campo da educação.

O estados do Centro-Oeste brasileiro estão entre os mais bem avaliados na área de Educação, de acordo com o Ranking de Competitividade dos Estados, ferramenta do CLP - Liderança Pública desenvolvida para fornecer diagnósticos sobre avanços e desafios registrados nas áreas essenciais da administração pública. As quatro unidades federativas subiram ao menos uma posição no pilar. O mais bem avaliado foi o Distrito Federal, que ficou no 6º lugar, seguido de Goiás (8º), Mato Grosso do Sul (9º) e Mato Grosso (10º).

O ranking analisa 69 indicadores distribuídos em dez áreas-chave, Sustentabilidade Ambiental, Capital Humano, Educação, Eficiência da Máquina Pública, Infraestrutura, Inovação, Potencial de Mercado, Solidez Fiscal, Segurança Pública e Sustentabilidade Social. 

Considerando o Ranking de Competitividade geral, Goiás foi único que ficou fora da lista das dez unidades federativas mais competitivas do país, caindo da 10ª para a 13ª colocação. O Distrito Federal se manteve em terceiro, enquanto Mato Grosso e Mato Grosso do Sul ficaram na 5ª e 9ª posição, respectivamente. 

  Distrito Federal  Goiás  Mato Grosso do Sul  Mato Grosso 
Posição no Ranking de Competitividade 2018  10º 11º
Posição no Ranking de Competitividade 2019  13º


Confira os destaques de cada estado do Centro-Oeste:

Distrito Federal

Além de manter uma boa posição em Educação e ser o Estado mais competitivo do Centro-Oeste, o desempenho da capital federal também foi puxado por avaliações positivas em Potencial de Mercado e no pilar Capital Humano, onde ocupa o 1º lugar em relação ao restante do Brasil. Para analisar o pilar de Capital Humano, o CLP avalia o custo da mão de obra, a produtividade do trabalho, a qualificação dos trabalhadores e a PEA (população economicamente ativa) com Ensino Superior. 

Goiás

O Estado destaca-se no pilar de Sustentabilidade Ambiental. Nesse pilar, o Estado ocupa a 4ª posição e vem incrementando sua performance desde 2015. Também em Educação, Goiás tem bom desempenho, estando na 8ª posição nesse pilar.

Por outro lado, o estado enfrenta desafios, como retomar o equilíbrio fiscal (ocupa a 21ª posição no pilar de Solidez Fiscal, tendo caído 16 posições na edição deste ano), além de também apresentar problemas na qualidade da infraestrutura estadual, ocupando a 22ª posição nesse pilar.

Mato Grosso do Sul

De 2018 para 2019, o Mato Grosso do Sul subiu 2 posições, saindo do 7º lugar e alcançando a 5ª colocação no quadro nacional. Além de sua boa performance na área de Educação, o estado também teve bom desempenho em Infraestrutura e Potencial de Mercado, e melhorou exponencialmente no pilar de Sustentabilidade Ambiental. 

Esse pilar é composto por indicadores como as Emissões de CO² (dióxido de carbono), Serviços Urbanos, Destinação do Lixo, Tratamento de Esgoto e Perda de Água na distribuição. Para fazer essa avaliação, o CLP - Liderança Pública utiliza informações do SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento), do SEEG (Sistema Sistema de Estimativa de Emissões de Gases de Efeito Estufa), do Observatório do Clima e do IBGE. 

Mato Grosso

Ocupando o 10º lugar no pilar de  Educação, o bom desempenho do Mato Grosso foi puxado pelas evoluções nos pilares Eficiência da Máquina Pública e Potencial de Mercado. O Ranking também demonstra a melhora da performance do estado no pilar de Inovação, essencial na economia moderna, e peça-chave para o crescimento e o desenvolvimento econômico de longo prazo.

Ocupando a 17ª colocação no pilar de Inovação em 2018, o Estado subiu nove posições, ficando em 9º lugar em 2019.

Sobre o ranking

O “Ranking de Competitividade dos Estados” é uma das principais ferramentas de avaliação da gestão pública do Brasil e busca pautar a atuação de líderes públicos em dez áreas-chave (Sustentabilidade Ambiental, Capital Humano, Educação, Eficiência da Máquina Pública, Infraestrutura, Inovação, Potencial de Mercado, Solidez Fiscal, Segurança Pública e Sustentabilidade Social).  Disponível numa plataforma online, o ranking traz um diagnóstico completo das performances estaduais em 69 indicadores distribuídos pelas áreas-chave.

Sobre o CLP

O CLP - Liderança Pública é uma organização sem fins lucrativos e suprapartidária que engaja a sociedade e desenvolve líderes públicos para enfrentar os principais problemas do Brasil.. Focado no desenvolvimento de lideranças e na aprovação  de mudanças estruturais para o desenvolvimento do país, o CLP atua com diversos setores buscando transformar o Brasil em articulação com a sociedade.

Informações para a imprensa – Loures Consultoria

Laís Cavassana

(11) 2391-5005 / (11) 97677-2967

lais.cavassana@loures.com.br

Thais Segalla

(11) 2391-5005

thais.segalla@loures.com.br