Uma ferramenta para pautar a ação de líderes públicos por um Brasil mais sustentável

17 de Junho de 2015 | Notícias

pautar lideres publicos

A necessidade de mais líderes no setor público é notável em todas as hierarquias. A difícil mobilidade do setor público, mergulhado em burocracias, exige ações enérgicas, que por sua vez, só podem ser tomadas por verdadeiros líderes públicos.

As marcas dessa crise de liderança se faz presente na falta de uma agenda nacional de desenvolvimento, na grande burocracia e nos projetos sem fim, que tanto marcam a política de infraestrutura nacional.

A atuação contínua de líderes públicos é o passo inicial para destravar as agruras da gestão pública nacional. Pessoas com poder de tomar decisões e que consigam mobilizar a sociedade em prol de uma agenda positiva para o país.

O Ranking de Competitividade dos Estados foi criado com o intuito de gerar insumos e direcionamentos para a atuação para esses líderes públicos estaduais.

A partir de uma análise sistêmica dos indicadores brasileiros, o Ranking de Competitividade consolidou 10 pilares essenciais para o desenvolvimento nacional. Foram 65 indicadores abordados, que agrupados, resultaram nos 10 pilares:

- Capital Humano
- Educação
- Eficiência da Máquina Pública
- Infraestrutura
- Inovação
- Potencial de Mercado
- Segurança Pública
- Sustentabilidade Ambiental
- Sustentabilidade Social
- Solidez Fiscal

Com o ranqueamento dos estados, é possível que os líderes públicos estaduais construam agendas de governo baseadas nas conclusões tiradas pelo Ranking. Ainda, é possível identificar, dentro de cada pilar do ranking, quais pontos fortes e fracos que influenciaram na classificação final do estado em cada parâmetro analisado.

Na plataforma é possível verificar o ranking dos estados em cada um dos pilares, e também em cada um dos 65 indicadores. Aliado à vontade política, o Ranking de Competitividade é uma poderosa ferramenta para balizar as ações dos governos estaduais. Com ele, o planejamento para construção de um estado sustentável se torna mais factível.

A competitividade de um estado está diretamente ligada à capacidade de ação dos seus líderes públicos. O Ranking oferece as bases para a construção do legado de competitividade para aqueles governos que assim desejam fazer.