Prêmio Excelência em Competitividade 2019 abre as inscrições para todo o Brasil

08 de Maio de 2019 | Notícias

No dia 08/05 o CLP abre as inscrições do Prêmio Excelência em Competitividade, na categoria Destaque Boas práticas. O prêmio reconhece os estados que se destacam na priorização da competitividade ao definir a agenda do estado por meio de políticas de alto impacto, que influenciam diretamente os indicadores que compõem o Ranking. Inscreva-se aqui.


Na categoria Destaque Boas Práticas, o Prêmio visa reconhecer os estados que têm desenvolvido políticas de impacto dentro dos temas que compõem os 10 pilares do Ranking de Competitividade dos Estados. Três das boas práticas inscritas serão selecionadas e premiadas no evento de lançamento do Ranking de Competitividade dos Estados 2019. Além disso, as práticas finalistas também serão publicizadas na página do Prêmio como um exemplo de política de impacto que pode e deve ser replicada. Na edição de 2018, o Prêmio contou com mais de 90 boas práticas inscritas de 14 estados. Confira as políticas finalistas na Categoria Boas Práticas: 

 

Programa Pará Profissional (PA)

  Com base nas análises dos últimos resultados do Ranking, que mostraram uma relação direta do nível de empregabilidade com o nível de qualificação dos trabalhadores, a Secretaria de Ciência, Tecnologia, Educação Profissional e Tecnologia do Estado desenvolveu um programa para aumentar os índices de educação técnica, por meio da oferta de cursos de qualificação profissional focados nas necessidades do mercado local. A metodologia de execução do programa está baseada em quatro pilares: articulação com a sociedade local, dos demandantes de cursos ao seu próprio público-alvo; prospecção dos cursos para alinhá-los plenamente às demandas identificadas; oferta dos cursos com flexibilidade, dinamismo e qualidade; e acompanhamento e avaliação dos resultados para constante aperfeiçoamento do Programa. Como resultado da iniciativa, mais de 4.100 pessoas já foram certificadas, em 47 municípios, por meio de 218 cursos. De acordo com a Rede Pará, só em 2016, 3 mil pessoas foram qualificadas. No ano passado, foram oferecidas mais de 1.200 vagas, em 60 cursos diferentes. Em pouco mais de um ano de funcionamento, o Programa já atingiu 22 setores de atividades da economia do Estado.  

   

 

B.I e Analytics no Fisco Estadual Paranaense (PR)

  O Programa De Tecnologia Avançada De Análise De Dados No Fisco Estadual Paranaense implementou ferramentas de B.I - Business Intelligence – para identificar e evitar fraudes na arrecadação de impostos. O Estado integrou aos seus sistemas, softwares de analise, armazenamento e cruzamento de dados para aumentar capacidade e eficiência no controle e fiscalização de tributos. Por meio do novo sistema, a participação do Paraná na arrecadação de ICMS dos cinco maiores estados passou de 8% para 10,8%, caracterizando um crescimento de 34%, o que rendeu aos cofres públicos mais 150 milhões de reais. O uso da tecnologia também trouxe maior transparência e integração dos dados, uma vez que todos os auditores têm acesso a todas as informações.  

   

 

Programa de Fortalecimento da Gestão Escolar (PE)

  O Programa de Fortalecimento da Gestão Escolar foi criado para ajudar a pasta a manter o sistema educacional funcionando diante de um cenário desafiador de degradação das contas públicas, criando uma metodologia sustentável de geração de economia por meio da eficiência escolar. O projeto tem como principal objetivo otimizar as contas públicas, melhorar a gestão de recursos humanos e valorizar as funções administrativas e de apoio pedagógico nas escolas, além de melhorar as práticas de administração. Por meio do programa, a secretaria trocou funcionários temporários por efetivos, o que gerou uma economia de R$ 4 milhões por mês em folha de pagamento, apenas em rescisão de contratos temporários, e uma redução de pressões de órgãos de controle em relação à utilização de mão de obra temporária. Além disso, criou-se um sistema de bonificação para as instituições que comprovassem uma melhora na gestão, gerando uma maior atratividade para os cargos de Gestor Escolar, Gestor Adjunto, Secretário Escolar e Educador de Apoio sem aumento de despesas.  

 

Inscreva-se na edição 2019